FATIMA BEZERRA – GOVERNADORA

Professora
PT
Rio Grande do Norte (RN)
Ensino superior completo

(19) Aprovaram

(7) Desaprovaram

Sobre mim

MARIA DE FATIMA BEZERRA
Nascimento: 19 de maio de 1955
67 anos
Naturalidade: Nova Palmeira,
Paraíba (PB)
Partido: PT

Filha de Severino Bezerra de Medeiros e de Luzia Mercês do Amaral, Fátima Bezerra nasceu em Nova Palmeira, na Paraíba, mas mudou-se para Natal, no Rio Grande do Norte, ainda adolescente.

Em 1980, formou-se em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), tornando-se, logo em seguida, professora da rede pública na prefeitura de Natal e no governo estadual.

Além disso, foi vice-presidente (1980-1982) e presidente (1982-1985) da Associação dos Orientadores Educacionais, secretária-geral da Associação dos Professores (1985-1987), secretária-geral (1989-1991) e presidente (1991-1994) do Sindicato dos Trabalhadores em Educação, todos no estado do Rio Grande do Norte.

Trajetória política
Deputada Estadual
Filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT) desde 1981, Fátima Bezerra elegeu-se deputada estadual do Rio Grande do Norte por dois mandatos: em 1994, com 8 347 votos; e em 1998, com 30 697 votos.

Durante o tempo em que permaneceu na Assembleia Legislativa potiguar (ALRN), foi presidente da Comissão de Direitos Humanos e da Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Interior. Também representou o Poder Legislativo potiguar no Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania e no Conselho Estadual do Meio Ambiente.[2] Ainda como parlamentar, foi delegada na IV Conferência Mundial sobre a Mulher (Beijing, 1995) e no I e II Fórum Social Mundial (Porto Alegre, 2001 e 2002), e participou do Encontro Internacional em Solidariedade às Mulheres Cubanas (Havana, 1998).

Além disso, nos anos de 1996, 2000, 2004 e 2008, Fátima Bezerra foi candidata à prefeitura municipal de Natal, perdendo, respectivamente, para Wilma de Faria (duas Vezes), Carlos Eduardo Alves e Micarla de Sousa, até que, no ano de 2012, desistiu de concorrer ao cargo e lançou a candidatura de Fernando Mineiro (PT), que também perdeu o pleito em 2012 e 2016.

Deputada Federal
No ano de 2002, Fátima Bezerra candidatou-se ao cargo de deputada federal pelo Rio Grande do Norte e conseguiu eleger-se com a melhor votação de seu estado, alcançando a soma de 161 875 votos.

Em 2006, foi reeleita com 116 243 votos e, em 2010, com 220 355 votos, ano em que obteve a quinta melhor votação proporcional do país, além de ter alcançado a maior votação que um deputado já recebeu no Rio Grande do Norte.

Durante o primeiro mandato na Câmara dos Deputados, em agosto de 2003, votou a favor da proposta para a Reforma da Previdência apresentada pelo Governo Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2007), aprovada em dois turnos no Congresso e encaminhada ao Senado Federal. Em dezembro do mesmo ano, a emenda constitucional que alterava o sistema previdenciário do país foi promulgada pelo então presidente do Senado, José Sarney (PMDB).

Em 2004, Fátima Bezerra atuou como titular da Comissão especial do Ano da Mulher, em 2005, foi escolhida como presidente da Comissão de Legislação Participativa e, em março de 2006, tornou-se titular da Comissão Permanente de Educação, Cultura e Desporto. Ainda nesse último ano, atuou como segundo vice-presidente da comissão especial para a PEC que criou o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB), aprovado pelo Congresso Nacional em dezembro.

Já durante o seu último mandato na Câmara Federal, em 2011, Fátima Bezerra ocupou a presidência da Comissão de Educação, além de atuar na Comissão Especial que discutiu o Projeto de Lei 8 035/10, referente ao Plano Nacional de Educação (PNE) responsável pelo estabelecimento de diretrizes para a educação brasileira até o ano de 2020.

Senadora
Em 2014, candidatou-se ao cargo de senadora pelo Rio Grande do Norte na chapa que apoiava Robinson Faria do PSD para governador. Vencendo a ex-governadora Wilma de Faria do PSB, Fátima Bezerra conseguiu eleger-se com a soma de 808 055 votos, representando 54,84% dos votos válidos.

Com sua eleição ao governo do Estado, seu primeiro-suplente, Jean-Paul Prates (PT) assume a titularidade do mandato.

Governadora do Rio Grande do Norte
Nas eleições estaduais de 2018, Fátima Bezerra candidatou-se ao governo do Rio Grande do Norte pela coligação Do Lado Certo composta pelo PT, PC do B e PHS, tendo como vice o advogado Antenor Roberto. No primeiro turno, ficou em 1° lugar ao alcançar 748 150 votos (46,17% dos votos válidos), derrotando o então governador Robinson Faria (3°) e ficando à frente do ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (2°), com quem disputou o segundo turno. No segundo turno, foi eleita governadora do Estado com a soma de 1 022 910 (57,60% dos votos válidos), tornando-se a detentora da maior votação dentre todos os governadores eleitos na história do Rio Grande do Norte.

Ver mais

Eleições disputadas

ANO CARGO PARTIDO VOTOS SITUAÇÃO
1994 DEPUTADA ESTADUAL, RN PT 8.347 ELEITA
1996 PREFEITA, NATAL, RN PT 74.444 SEGUNDO TURNO
1996 PREFEITA, NATAL, RN PT 127.531 NÃO ELEITA
1998 DEPUTADA ESTADUAL, RN PT 30.697 ELEITA
2000 PREFEITA, NATAL, RN PT 90.630 NÃO ELEITA
2002 DEPUTADA FEDERAL, RN PT 161.875 ELEITA
2004 PREFEITA, NATAL, RN PT 27.331 NÃO ELEITA
2006 DEPUTADA FEDERAL, RN PT 116.243 ELEITA
2008 PREFEITA, NATAL, RN PT 139.946 NÃO ELEITA
2010 DEPUTADA FEDERAL, RN PT 220.355 ELEITA
2014 SENADORA, RIO GRANDE DO NORTE PT 808.055 ELEITA
2018 GOVERNADORA, RIO GRANDE DO NORTE PT 748.150 SEGUNDO TURNO
2018 GOVERNADORA, RIO GRANDE DO NORTE PT 1.022.910 ELEITA

Agendas

Notícias Relacionadas

Vídeo

Acesso Portal

error: Alerta: Conteúdo Protegido!